XVIII Encontro Pacto de Resgate Ambiental divulgará documento assinado por 20 entidades

XVIII Encontro Pacto de Resgate Ambiental divulgará documento assinado por 20 entidades

Sob o tema “Em busca de um território mais sustentável”, o XVIII Encontro Pacto de Resgate Ambiental será realizado gratuitamente na próxima quinta-feira, dia 27/10, das 14h às 18h, no Marina Barra Clube. O evento contará com a participação de especialistas, incluindo o oceanógrafo David Zee; a coordenadora de Recursos Hídricos da Secretaria municipal de Meio Ambiente, Verônica Castro; e o coordenador de Meio Ambiente do Crea-RJ, Felipe Brasil.

Promovido pelo presidente da ONG Lagoa Viva, o ambientalista Donato Velloso, o encontro terá, além de debates, uma exposição de peças de tecido e papel, da artista plástica Terezinha Junqueira, e um coquetel oferecido pelo decorador Eder Meneghine.

Após as discussões, haverá ação. Este ano, os organizadores do evento enviarão um documento ao BNDES, à Secretaria estadual do Ambiente e à Secretaria municipal de Meio Ambiente, assinado por mais de 20 instituições representativas locais, tratando da urgência de se obter recursos para a elaboração do Plano de Bacia Hidrográfica da AP4 (São Conrado, Barra da Tijuca, Jacarepaguá, Recreio e Vargens).

Precisamos de um diagnóstico, para sabermos o que deve ser feito com os corpos hídricos da região. Só com isso poderemos promover estudos eficazes, prestar obter assistência técnica e exigir que os projetos de engenharia respeitem os nossos rios e lagoas — explica Velloso.

Para o oceanógrafo Roberto Fonseca, morador do Recreio, é preciso compatibilizar os aspectos quantitativos e qualitativos do uso das águas da região.

Com esse plano será possível gerir efetiva e sustentavelmente os recursos hídricos superficiais e subterrâneos, garantindo seus usos múltiplos de forma racional — afirma.

O encontro reunirá lideranças locais, representantes governamentais e empresariais e terá como foco prioritário o encaminhamento de documento ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Secretaria Estadual do Ambiente (SEA) e Secretaria Municipal de Meio Ambiente(SMAC), assinado por mais de 20 instituições representativas locais, revindicando, atenção prioritária; urgência de recursos para elaboração do PLANO DE BACIA HIDROGRÁFICA DA AP4 (São Conrado, Barra da Tijuca, Jacarepaguá, Recreio e Vargens), para estudos, projetos de engenharia e assistência técnica envolvendo o PLANO; para urgente concretização das intervenções; DRAGAGEM e SANEAMENTO 100%; revitalização dos mananciais e rios que vertem dos maciços da Tijuca e Pedra Branca; reduzir a burocracia; facilitar o processo de obtenção de recursos e de transparência para acompanhamento da execução das obras.

Dentre as entidades que subscrevem o documento, estão, ACIBARRA, SUBCOMITÊ DE JACAREPAGUÁ, ACIJA, ACIR, ACIBARRINHA, BARRALERTA, ABIH-RJ, AMAR, AMOR, ABM, ASSAPE, AMORIO2, CCBT, CCJ, OAB-BARRA DA TIJUCA, AMORE, AMOR, CCRECREIO E VARGENS, AMAGIGÓIA, APELABATA, entre outras….


Fonte: O Globo-Barra

Rio, 21 de outubro de 2016.

Escrever Comentário

*

*

*Campos obrigatórios Por favor valide os campos obrigatórios